Consulta de cardiologia por Telemedicina alargada a mais unidades de saúde do Baixo Mondego 

Consulta de cardiologia por Telemedicina alargada a mais unidades de saúde do Baixo Mondego

 

Os centros de saúde de Condeixa, Montemor-o-Velho e S. Martinho do Bispo (Coimbra) iniciaram, esta semana, a consulta de cardiologia por telemedicina, no âmbito do Programa de Telemedicina desenvolvido pelo Serviço de Cardiologia B do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) em articulação com a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Na próxima semana, a consulta estender-se-á a Soure.

A primeira consulta de cardiologia por Telemedicina realizada entre a Cardiologia B do CHUC, dirigido pelo cardiologista Lino Gonçalves, e um centro de saúde da área de influência da ARSC, teve lugar em 2015, no Centro de Saúde de Cantanhede. Foi também a primeira vez que, em Portugal, foi utilizada para o efeito a plataforma PDS live, do Ministério da Saúde, para se fazer uma consulta de Telemedicina na área cardiovascular.

A comodidade que representa para o doente, evitando deslocações aos hospitais e custos inerentes, traduz uma das muitas vantagens deste sistema de consulta que possibilita, igualmente, o diagnóstico e tratamento precoce dos doentes.

A nível da prática clínica, as vantagens da consulta de Telemedicina são reconhecidas a nível do apoio direto dado pelo médico especialista ao colega de Medicina Geral e Familiar, melhorando a comunicação entre os centros de saúde e os hospitais centrais.

 

 

13 de fevereiro de 2017