SIDA 

O que é a SIDA?
Acrónimo de Síndrome de Imunodeficiência Aguda. Trata-se duma doença provocada pelo vírus da imunodeficiência humana (VIH) responsável pela destruição das defesas do organismo - o que leva ao aparecimento de infecções e tumores (ex. sarcoma de Kaposi) normalmente ausentes nas pessoas saudáveis.

 

Como é que se transmite esta infecção?
Esta infecção é transmitida por via sexual (relações não protegidas com parceiros infectados), sanguínea (troca de seringas, picadas por objectos contaminados, etc) e de mãe para filho - daí as grávidas deverem fazer um teste de rastreio desta infecção.

 

Qual é a forma de evitar a transmissão desta doença?
Evitando as relações sexuais desprotegidas, a partilha de seringas ou outros objectos perfurantes usados em acunpuctura, tatuagens, etc. bem como a utilização de lâminas e instrumentos cortantes não esterilizados.

 

Quais são as formas de transmissão da SIDA por via sexual?
Como o vírus da imunodeficiência humana está presente no esperma e secreções vaginais dos indivíduos infectados, a doença é transmitida sempre que haja penetração (vaginal, anal ou oral). No caso do sexo oral, basta haver feridas mínimas na boca para que isto possa acontecer.

 

Porque é que se deve usar o preservativo?
Sendo as relações sexuais a via mais frequente de transmissão desta infecção é fundamental utilizar o preservativo em relações de risco - quando se têm muitos parceiros sexuais ou em relações ocasionais (isto é, quando se desconhece o parceiro).

 

Quando é que se coloca o preservativo? Antes da ejaculação?
O preservativo deve ser colocado antes de qualquer contacto sexual: desta forma, e quando correctamente colocado, podem-se prevenir  as infecções transmitidas pelo contacto sexual (caso da SIDA, da sífilis, da gonorreia, etc.) além das gravidezes não planeadas.

 

Qual é a idade ideal de início das relações sexuais?
É quando o adolescente ou adulto se sentirem preparados para manter uma relação afectivamente estável: isso tanto pode acontecer aos 15 anos como aos 35 anos ou até mais tarde.


Mais informações: